8 de abril de 2014

Quando os filhos nos deixam sem respostas

O meu filho olha para a roupa que estava em cima da cama para ele vestir e vem ter comigo à casa de banho, onde eu tomo um duche.
Filho: posso antes levar a camisola azul?
Eu: Não, filho. Vai estar um dia muito quente.
Ele vai-se embora, aparentemente convencido com a resposta. Regressa uns minutos depois com a t-shirt de manga comprida que eu tinha escolhido e com as Hawainas novas.
Filho: Já está! Já estou pronto!
Eu espreito pela cortina.
Mãe: Não podes ir de hawainas. Está frio para isso.
Filho: Mas tu disseste que ia estar calor!
E lá foi, muito desconsolado e a achar que a mãe não diz coisa com coisa, tirar as Havaianas do Wally, que recebeu a semana passada e que ainda não teve oportunidade de usar. Ou melhor, levou-as para o banho assim que as recebeu porque, disse logo: vieram da loja (encomendámos na Amazon uk) e precisavam de ser lavadas.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!