16 de abril de 2014

Bullying aos 4 anos

Será que existe bullying em crianças de 4 anos? De há uns dias para cá algo mudou na vivência do meu filho mais velho na escola. Não sei ao certo o que se está a passar e vou falar com a educadora dele, mas o que eu sei é que ultimamente o meu filho anda triste e contou-me hoje que os seus amigos já não gostam dele, que dizem que não o vão convidar para as festas de anos e que ele não serve para nada. E isto disto pelos grandes amigos dói no coração do meu filho. No dele, e no meu. O meu filho grande sempre foi um miúdo super sociável, amigo de todos, líder das brincadeiras (na escola e com os primos) e aquele miúdo com quem todos adoram brincar. Mas parece que o lugar de líder foi ocupado pelo seu grande amigo que agora o humilha, levando os outros do grupo a fazer o mesmo. Será isto comum? Falei com ele, enquanto lhe dava o mimo da noite, e senti-o carente. A noite passada apareceu lá cama. Vinha meio a dormir, mas vinha a chorar. O que é que se passa? Só vou falar com a educadora na segunda-feira, que até lá a escola está fechada e hoje é que ele desabafou mais e me contou o que se estava a passar com mais detalhe, mas estou com o coração do tamanho de uma ervilha. No domingo, temos a festa do grande amigo dele, o suposto amigo que agora diz que já não é amigo dele, que não o deixa participar nas brincadeiras e que diz que ele não serve para nada. A ver se durante a festa dá para perceber alguma coisa do que se está a passar. Só quero ver o meu filho feliz e nada dói mais no coração de uma mãe que ver um filho a sofrer. No outro dia quando chegámos à escola, lá veio o amigo ter connosco enquanto gritava: és uma rapariga, és uma rapariga. A educadora pôs ordem na situação e exigiu um pedido de desculpas, mas parece que as humilhações não se têm ficado por aqui e quando a minha mãe o foi buscar na segunda, ele estava triste por estar na escola, coisa que nunca acontece. Esperemos que isto sejam só umas brincadeiras tontas e que passem depressa! E que a educadora nos consiga ajudar a perceber o que se passa.

5 comentários:

  1. custa tanto quando os outros magoam os nossos. é mesmo assim, ficamos pequeninas e perdidas.
    Tenta ter calma, nessa idade não será nada de grave de certeza. Fala com a educadora sim, vai ficar tudo bem.
    Bjos

    Maggie

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas tuas palavras. Sim, eu sei e espero que não seja nada de grave, mas é o suficiente para o deixar triste e a sentir-se mal e para me deixar destroçada. Beijinhos e boa Páscoa!

      Eliminar
  2. Ai que as crianças conseguem ser tão cruéis... Mima-o mt e tens mesmo de falar com a educadora e tb com a mãe do menino se eles eram assim tão amigos... Que situação chats! Muita força!! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. E sim, vou falar com as mães em causa para que elas tentem perceber junto dos filhos a outra versão. damo-nos todas muito bem, eles são amigos desde o berçário, e havemos de conseguir ajudá-los a passar esta situação. Beijinhos e boa Páscoa

      Eliminar
  3. É tão triste... Todos eles acabam por passar um pouco por essas situações mas dói muito... a eles e a nós.
    Mas deves mesmo falar com a Educadora. E se tens abertura com as mães também, mas falar com a Educadora é muito importante, porque é lá que se passa esta situação e é lá que o teu filho tem que sentir que alguém se importa com a situação, porque em casa de certeza que ele já percebeu que tem apoio e mimo.

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!