25 de fevereiro de 2014

O biberão da meia noite...

... E uma mãe cheia de sono a contar os minutos para lhe dar o leite e depois ir dormir. Mas hoje vou ser eu a dar (ontem fui dormir às 10h30 e ficou o pai de plantão), que o Maridão foi jogar e quando chegar quero que ele vá logo dormir que às 6 da manhã arranca para Castelo Branco onde tem um dia de reuniões de trabalho. E eu gabo-lhe a paciência de ir jogar padel, mesmo sabendo que tem de acordar tão cedo e fazer uma viagem, ainda por cima sozinho. E agradeço ele ir jogar só depois de jantarmos em família e estar presente na hora dos filhotes irem para a cama. Claro que hoje poderia não ter ido jogar, mas ele diz que é a terapia dele e a forma de libertar todo o stress do trabalho. A mim tinham de me pagar o meu peso em ouro, mais juros e IVA para eu ir fazer desporto das 10h30 à meia noite e meia! 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!