11 de fevereiro de 2014

Não gatinha, mas rebola

O pequeno Afonso não gatinha, mas vira-se e lá vai ele rebolando até onde quer ir. De vez em quando, empanca e depois chama por mim, outras vezes fica preso num brinquedo e chama por mim, mas já vai rebolando e aumentando o seu raio de acção. Um dia destes, aparece-me na cozinha sem eu dar por isso. Não sei se irá gatinhar porque o que ele gosta mesmo é que o ajudemos a estar de pé.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!