28 de fevereiro de 2019

O nascimento dos filhos e a privação do sono

Este artigo do Expresso diz que "Pais podem sofrer de privação do sono até seis anos após nascimento do primeiro filho"Felizmente, com filhos com 9, 5 e 3 anos já são muitas as manhãs em que acordo com o despertador, ou com um deles a esgueirar-se para a minha cama... Ainda no outro dia dizia a Kika, baixinho: "já há soli..." Porque agora que ela está mais crescida e já dorme numa cama de crescida tivemos de lhe explicar quando é que ela podia sair da cama... (sem ser para ir fazer xixi) quando nasce o sol! A nossa casa é iluminada por uma linda luz matinal, por isso, é fácil sentirmos o dia a nascer... Mas foram anos e anos a dormir mal, a acordar para dar de mamar, a acordar porque queriam colo, porque tinham cólicas, porque estão doentes e chorosos (estas doem na nossa alma, quando não os conseguimos reconfortar), a acordar porque tinham perdido a chucha (para isto, a Kika ainda me chama de vez em quando)... Anos e anos de privação de sono. Confesso que foi das coisas que mais me custou nestas lides da maternidade... Noites e noites sem dormir, a dormir mal, a apanhar frio à noite ao sair da cama... Bem sei que dentro de uns anos não vou dormir bem à noite porque começam eles a andar  na noite, a sair com os amigos... Mais uma fase. São tudo fases. E fazem todas parte. A mim resta-me aproveitar sempre e bem todas as noites bem dormidas. Sim, porque comecei a olhar para as noites bem dormidas com gratidão.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!