7 de fevereiro de 2019

O meu filho vai para o 1º ciclo... e talvez a Kika mude também para um novo JI

O meu filho do meio vai para o 1º ciclo. E se do mais velho não tive a mínima das dúvidas em relação à escola, desta vez estava cheia de dúvidas... A escola do mais velho, perfeita para ele, não era a indicada para o meu outro filho... A escola é enorme, 500 alunos de JI e 1º ciclo, uma nova direção que não ouve nem quer saber da opinião dos pais, poucas auxiliares... O mais velho adora lá andar, está no 3º ano e é muito feliz lá. E eu comecei a ver as escolas básicas mais perto da casa nova (isto até parece tonto, já que estamos a falar de uma distância de 1km para a casa antiga), mas é um agrupamento diferente. Visitei noutro dia uma escola, mas hoje visitei a escola! Fui recebida pela coordenadora, que numa conversa amistosa e simpática, me mostrou a paixão pela educação, a prioridade das crianças na gestão da escola, o seu ponto de vista em relação ao ensino, às novas tecnologias, à  educação para a igualdade... percebi porque é que me tinham dito que aquela era uma ótima opção. Adorei a professora e percebi que aquela escola mais pequena e familiar, muito dedicada, exigente em termos de ensino, mas onde a palavra carinho veio várias vezes à baila na reunião, é a escola ideal para o meu filho Afonso, mesmo que durante 2 anos vá ter aulas em contentores, que a escola vai ter obras. É só fazer figas para entrar, porque a da nossa morada é outra, também muito boa... mas não tão boa!

e o melhor desta minha primeira opção... mesmo ao lado, um Jardim de Infância público para a minha Kika... Pelo menos, estes dois ficavam muito perto. E eu tenho-me vindo a desencantar com a IPSS onde ela está, onde teve azar com a educadora, onde por exigência minha a mudaram de sala por causa da educadora (podem ler este e este post), onde houve queixas das auxiliares contra essa educadora, onde a direção recusa dizer que queixas graves eram essas, de coisas passadas na sala, e onde a direção esconde, não fala... avancei agora com um pedido de fiscalização à segurança social e acho que começa a ser difícil manter lá a miúda. Uma escola com muitas maravilhosas que acompanharam os meus outros filhos, auxiliares fantásticas, e uma educadora horrível, agressiva, sem gosto nem paciência, que estraga tudo... que já teve processos, outros abafados, que já fez com que dezenas de crianças saíssem da instituição... mas que é protegida da direção... e quando me dizem que só algo em flagrante os vai fazer avançar... e eu perguntei se era preciso ela atirar uma criança pela janela... mas parece que em Portugal esperamos pelas desgraças...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!