14 de fevereiro de 2019

Há amigas que chegam quando estamos nos 40...

... e que chegam com uma força tal e de uma forma tão certeira, que só podem ter esta dimensão graças a maturidade da idade, às perdas da vida e a quem nós somos, já numa jornada grande... Já sabemos quem somos e quem queremos perto. São pessoas que há 2/ anos nem existiam na nossa vida, mas agora quase nos perguntamos como era possível?! É bom ter quem nos dê colo aos quarenta. E às vezes não é a mãe nem a tia... É esta amiga que veio de longe e que está mais disponível para nós. Ontem, por cansaço acumulado e um pico de stress que estou a viver, dei um mau jeito ao pescoço e fiquei sem me conseguir mexer para a direita. Quando esta amiga soube marcou-me com uma massagista terapêutica prima dela (que por acaso é maravilhosa e com uma energia e uma luz como a que entrava pela janela do gabinete dela hoje de manhã), perdeu horas de trabalho, levou-me ao Estoril, esperou por mim enquanto fiz uma terapia de 1h30 e trouxe-me... E eu estou nova, adorei a energia da terapeuta e tenho o coração a rebentar de alegria neste dia do "Amor".  A nossa rede de pessoas que gostamos e que gostam de nós somos nós que a fazemos... e mesmo em adultos aparecem amigos que vão ficar para a vida! 

2 comentários:

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!