23 de novembro de 2017

Um murro no estômago

Lembram-se de ter partilho aqui com vocês que a filhota mais nova de uns amigos tinha cancro... Pois bem, foi em Outubro de 2016, e até ao dia de hoje ela lutou, combateu, fez quimioterapia, radio, operações, transplantes, imunoterapia... tudo o que se possa imaginar. Viveu este último ano praticamente no IPO. Tinha 2 anos quando começou esta luta, venceu sempre todas as batalhas, superou sempre as expectativas... sofreu muito, mas conseguiu sempre vencer com a força dos pais e das manas mais velhas, que também têm sido verdadeiras guerreiras nesta história... Mas hoje o pesadelo voltou com grande força. Fizeram-lhe exames, por causa de uma dor, e as ecografias revelaram o pior. O cancro voltou e em força e está metastizado por todos os órgãos. Só me apetece chorar. Tenho o estômago embrulhado. É cruel demais... É duro demais. Tão triste. Estou sem palavras. E, de repente, quaisquer mini problemas que possamos ter desaparecem... 

5 comentários:

  1. Não existe palavras que sirvam pala consolo num momento como este!
    Muito força


    Beijinhos e um dia feliz

    ResponderEliminar
  2. Meu deus que horror! Conheço as pessoas em questão, andavam no mesmo infantário das minhas filhas. Como é possível uma família tão feliz estar a viver um pesadelo destes. A vida é mesmo injusta

    ResponderEliminar
  3. Que horror. Deus nos livre de tal provação!...

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!