20 de julho de 2014

Tic- tac de mãe

O meu ritmo é o ritmo dos meus filhos. O meu tempo é gerido em função dos tempos deles. Às 19h olhei para o relógio e lembrei-me que é a hora dos banhos e às 21h30 sorri ao lembrar-me da hora em que começa a dança para deitar o mais velho. Antes de dormir o biberão do Afonso e os beijos aos meus amores, que já dormem. E hoje, o silêncio dos quartos vazios e das camas desfeitas para limpezas de verão. Estou mesmo em adaptação a uma casa vazia. É a minha estreia. Vou agora aproveitar para dormir e acho que vou deixar a luz de presença, luz a que me habituei (eu que sempre dormi às escuras) para guiar o mais velho nas andanças da noite. Ser mãe é uma coisa de dentro. É um amor e um estado que se intala no nosso coração. E depois há umas mais galinhas que outras, umas mais deprendidas que outras, umas mais choronas que outras. Durmo descansada porque sei que eles chegaram bem, que já estão instalados e a sentir o calor do Algarve. Durmo descansada porque sei que eles estão muito bem com o meu pai e com a minha mãe. Durmo descansada porque sentir o amor que se sente pelos filhos e pelo marido é uma benção. E sei que estas primeiras horas estão a ser duras para mim, mas também sei que me vai fazer bem (mesmo que eu ainda não o consiga sentir) desligar um bocadinho dos meus filhos. Poder descansar e recarregar baterias. Estive mais de um ano e meio sem trabalhar fora de casa, completamente focada nos meus filhos e nas necessidades deles e da casa e de toda a logística doméstica, e também vai ser bom estar uns dias mais disponível para o trabalho, sem as correrias da saída para os ir buscar à creche, e poder tratar de coisas que nunca tenho tempo. Racionalmente sei isso tudo. Mas irracionalmente liguei a televisão e carreguei automaticamente no 45, canal do Panda ou do Diney, e sei que quando acordar nesta casa vazia vou sentir a falta dos meus 3 amores. Mas os dias vão passar a correr e em pouco tempo já poderei abraçar os meus amores. E as saudades também fazem bem. Só quero que eles estejam bem e aproveitem as férias. Até amanhã. Tenho um livro novo à minha espera. Boa noite.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!