11 de fevereiro de 2016

Acabou a primeira parte da licença parental do pai...

... Foi tão bom enquanto durou. O meu marido tirou os 20 dias úteis seguidos e estivemos quase um mês em casa. Foi bom para nós, que estivemos muito tempo juntos, foi bom para o pai e para a Francisca, foi bom para o pai e os filhos mais velhos que tiveram muito tempo de qualidade juntos e o pai pode ir buscar, levar, trazer, lanchar com eles, levar às actividades... e foi bom para mim que partilhávamos as noites. Resumindo: foi muito bom para a nossa família! Mas hoje o meu marido regressou ao trabalho. E eu consegui deixar os dois mais velhos na escola antes das 10h e às 11 eu e a Francisca já estávamos em casa depois de termos ido comprar as nossas frutas, pão e legumes ao mercado! Agora é estabelecer novas rotinas com os mais velhos, apertar bem as regras, as tarefas e as rotinas, gozar a Francisca ao máximo e sermos felizes, enquanto esperamos pelas 19h30 para nos reunirmos os 5! E esperar que chegue Maio para o meu marido tirar o resto da licença. Tal como das outras vezes optámos pelos 120+ 30 dias do pai e é muito bom que cada vez mais pais usufruam da licença de parentalidade!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!