12 de julho de 2013

Outro lado da crise

As empresas e os directores andam a abusar. O meu marido trabalha numa empresa público- privada. Para os entalar numas coisas é pública, para os entalar noutras é privada. E atenção que eu não sou de esquerda, mas há coisas que me irritam. O projecto onde o meu marido está envolvido está a ser um sucesso com cada vez mais empresas (clientes) a requisitarem o sistema que eles fazem e gerem. No entanto, é só ele e um colega neste projecto e não conseguem dar conta do recado. Ou melhor, conseguem à conta de noitadas ( ainda não chegou a casa e entrou às 9 da manhã), férias por gozar e pessoas à beira do colapso. Isto porque, não se pode contratar ninguém no estado. Mas se há trabalho a mais e é preciso formar algumas pessoas e dar-lhes trabalho numa área especializada e com uma dimensão nacional e internacional porque é que não se faz isso? Não! É melhor pedir a quem lá está que dê o couro e o cabelo, mais a licença de paternidade que já adiou várias vezes e ainda que leve o computador nas férias que pode ser preciso uma emergência!! Raios parta! Estou danada. E estou a libertar a fúria aqui para quando ele chegar eu estar mais calma! Eu sei que é preciso dar o melhor e segurar os trabalhos, mas porra! O que é que querem fazer às pessoas?! À conta desta treta já não tenho o meu marido de licença no fim de Agosto e vou ter de ficar sozinha com os dois miúdos! Acreditam que o meu marido ainda só gozou uma semana dos 20 dias da licença inicial, mas é sempre... " não se preocupe que não fica com nenhum dia por gozar". Andam a empurrar e a adiar a licença e as férias com a barriga!! Nervos! Que nervos!! Mal gozou o filho pequeno.... Estou mesmo enervada. E sabem o que irrita mais? É que no fim, ninguém agradece e à mínima dão-nos um pontapé no rabo como me fizeram a mim! 

2 comentários:

  1. Tem calma.. Entendo-te bem!! No dua em que chegamos do hospital já passava das 22h ligou o director do meu marido que precisava que ele tratasse de umas coisas e ainda veio um colega dele do trabalho à meia noite buscar papelada cá a casa! E também teve de alterar os dias da licença.. Infelizmente hoje em dia acontece muito isto! Vais ver que ele consegue tirar os dias e as férias para namorar com a família! Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Realmente assim torna-se difícil. Espero que as coisas se componham e que consigam estar a quatro descansados e a aproveitar ao máximo.

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!