23 de julho de 2013

Em busca da bomba de leite!

Ando há uma semana a tentar contactar uma técnica do Centro de Saúde para tentar que me emprestem uma bomba para eu tirar leite para o dia em que tiver de ir a Lisboa. Não consegui falar com ninguém e pensava que hoje resolvia o meu problema, mas não. E fiquei chocada com o Centro de Saúde onde fui. Estou habituada à USF do Dafundo, que funciona a 100% em tudo, e fiquei preplexa com o que vi ali (e que, infelizmente, acredito que é o Portugal Real). Ninguém sabe nada, ninguém sabe das enfermeiras, das técnicas. Não estão nos gabinetes... "Se calhar estão de férias ou foram tomar o pequeno-almoço!" Foi uma das respostas que ouvi, mas a melhor foi "Não sei de mim como hei-de saber da enfermeira, que ainda por cima é de um departamento diferente"! Um atraso de vida, portanto. Vá lá que consegui vacinar o Afonso com a primeira dose da Prevenar 13, mas foi porque fiz o trabalho de casa, e ao fim de 20 telefonemas consegui falar com a enfermeira responsável e explicar a situação. Mas em relação à bomba de leite está difícil... E o que irrita mais é que existe o serviço de empréstimo das bombas! Mas ninguém sabe de nada e está tudo de férias... ou fora do posto de trabalho ou sabe-se lá onde. Um aviso na recepção mostra bem o estado em que estão as coisas. Não fotografei, porque me esqueci do telemóvel, mas dizia que a responsável pelo ECG está de baixa de parto desde 6 de Maio e, como tal, até ao final do ano de 2013 não se realizam estes exames! Fogo! Vou continuar a tentar. Não quero ter de dar leite artificial só porque o Centro de Saúde está cheio de incompetentes! Dei o meu número a uma senhora que me pareceu mais eficiente. Pode ser que tenha sorte...

4 comentários:

  1. Olá, bom dia. Tenho uma sugestão que pode ser que ajude de alguma forma... mas tenho só que confirmar o estado em que está. Passo a explicar.
    Tenho uma bomba manual (a electrica dei logo depois do G nascer) mas ando com ela no carro para a ir levar a uma qualquer instituição que a possa utilizar (e não ir para o lixo) penso que esteja em bom estado, não a tiro da caixa desde que a lavei e a meti lá. Posso ver se está boa, e o máximo que posso fazer é mandar por correio azul para uma qualquer estação de correios onde a possas levantar... ou para outra morada qualquer, serve? É só para ajudar...
    À hora do almoço vejo como está e digo para o teu endereço de e-mail. Por correio azul está aí amanhã.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada. Nem tenho palavras para agradecer tanta simpatia. Beijinhos

      Eliminar
  2. Olá...
    infelizmente é o país que temos! Eu na Batalha, também não tenho queixas, são excelentes.
    Já tentou farmácias? é que algumas farmácias têm o serviço de aluguer, que fica bem em conta!

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Olá. Já tentei tudo aqui à volta, mas nâo está fácil. Bjs

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!