2 de dezembro de 2019

Entrámos em dezembro e há que começar a pensar na logística do Natal

Ainda perguntei aos meus filhos: - Podemos não fazer árvore de natal este ano? - Mas ouvi um valente não! Olharam mesmo para mim como se eu tivesse enlouquecido! Portanto, esta semana entre deadlines de entregas de trabalhos e testes vamos tratar da árvore de natal. Não  quero encher os meus filhos de presentes e estou a tentar a máximo que seja um natal focado no que interessa e não na loucura do consumismo. Mais uma vez os meus filhos vão fazer uma separação de brinquedos para oferecer aos mais desfavorecidos. Os meus filhos já sabem que o Pai Natal não existe e acho saberem que nós tratamos dos presentes os animou: estão mais perto da fonte!! Aqui a mãe Natal vai escondendo pelo roupeiro do quarto e gavetas de roupa interior o que vai comprando para os sobrinhos, e filhos em nome da mãe, da sogra, das tias, dos tios... somos uma família enorme, mas tentámos pôr alguma ordem para que os miúdos não recebam muitos presentes cada um para darem valor. E para que caiba tudo na nossa casa! Desde que mudámos que fomentámos mais o destralhar e já vai ser o segundo Natal na casa nova. Tão bom. 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!