21 de março de 2018

Lar doce Lar


Estamos numa casa arrendada mas os valores das rendas em Lisboa estão, novamente, a tornar-se proibitivos. Adoramos a nossa casa, o óptimo espaço que tem, a localização, a arrecadação, os roupeiros, o terraço, tudo, tudo... Mas está na hora de começar, lentamente, a espreitar o mercado imobiliário para comprarmos uma casa para a nossa família... Apesar dos valores da scasas para comprar também estar ao rubro (diz que Lisboa está na moda e ao preço da chuva para os estrangeiros, mas eu e o meu marido não somos aumentados há anos, tudo aumenta, e de 2 passámos a ser uma bela família de 5, que ocupa bastante espaço numa casa! Queremos ficar na zona, ou perto, devido à óptima oferta de escolas públicas, que tem um grande peso no nosso orçamento familiar, e à qualidade de vida que temos por estar tudo  concentrado (escolas, creche, Jardim de infância, natação, piano... mais tarde boas escolas secundárias...) num raio de pouco mais de 1km... E havemos de encontrar, sem pressas nem precipitações. 
                                                                     
(imagens, daqui)



1 comentário:

  1. Como se ter filhos se as casas são caras e diminutas? Se maiores estão, como se costuma dizer, pela "hora da morte"?
    .
    * Poema em letras virgens e palavras nunca Escritas. *
    .
    Deixando um abraço

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!