15 de maio de 2017

Dia Internacional da Família

Hoje comemora-se o Dia Internacional da Família. No outro dia, falava com a minha irmã e ela dizia que tem amigos que já não têm família... Os avós morreram, os pais também, os pais não tinham irmãos, não houve tios nem primos, eles também foram filhos únicos... E, de repente, antes dos 40 anos não têm família... Deve ser um sentimento de vazio tão grande, felizmente é muitas vezes compensado pela amizade e amor dos amigos, que também são uma família que se escolhe e que acolhe. No meu caso vim de uma família pequena e sempre disse que queria ter uma família grande. Sempre sonhei com rebuliço, muitas crianças a correr, risos e alegria, tios e primos reunidos... E se há coisa que hoje tenho é rebuliço e riso de crianças, os meus filhos são ricos em primos e eu ganhei pessoas muito especiais com o casamento. Tenho uma cunhada que é uma segunda mãe, cunhadas e cunhados que vieram dar outra animação e outro sentido de família, muitos sobrinhos que adoro... e eu e o meu marido formámos a família que me enche o coração. Sempre sonhei ter muitos filhos, depois idealizei ter três filhos... e contra muitas probabilidades, especialmente por causa da endometriose, consegui ter três milagres, como me dizia uma médica. Tenho a família perfeita, feita de mil imperfeições... 


E é na minha família que tenho o centro do meu mundo! E dou graças pela família que tenho, pela família que construímos todos os dias. E só peço a Deus, que nos proteja a todos!

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!