21 de junho de 2016

Odeio ser esta mãe chata!

Às vezes sinto-me uma mãe tão CHATA!! E não sou só eu que sinto, são os meus filhos que mo dizem... Sim, porque o pequeno já ouviu o mano a chamar-me chata e também já diz: a mãe é chata! E, de facto, às vezes sou. Chata e cansativa. Sempre a repetir as mesmas coisas, sempre a dar as mesmas ordens... É tão cansativo. Para eles e para mim. Mas eles estão numa fase terrível em que não obedecem, em que respondem sempre com um: já vai!, que dizem sempre: só mais um bocadinho... Ontem e hoje de manhã foram dias negativos, em que eu fui chata, em que me zanguei com eles, em que eles se zangaram comigo... É tão desanimador, tão desolador... O que eu queria ser uma mãe muito mais divertida, que se zangasse menos, que se risse mais... Mas os (meus) filhos têm o dom de às vezes me tirar do sério. E há dias em que eu acho que eles estão mesmo a testar até ao último limite. 

2 comentários:

  1. A primeira vez que a minha filha me chamou chata, gelei!!! Recordei quando fui eu a fazer o mesmo e imaginei o que a minha mãe sentiu. Senti-me triste e receosa... Estaria a ser uma boa mãe? Depois de muito me atormentar, mudei a perspetiva e fiquei feliz. É bom para ela aliviar as frustrações. E é bom saber que ela confia em mim como mãe para me chamar chata! E, segundo estudos recentes, os filhos de mães chatas são mais bem sucedidos, por isso vou continuar a ser uma mãe chata, sempre com a formação pessoal e a felicidade da minha filha em mente! Assim, continue a ser chata e pense positivo: um dia, eles vão crescer e vai ver neles o fruto de todo este desgaste pessoal! Parabéns pela linda família que cultiva todos os dias!

    ResponderEliminar
  2. Por mais que tentemos acabamos sempre por ser um pouco "chatas"... Amanhã será melhor!

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!