27 de junho de 2016

Hoje o banho da tarde foi ao ar livre!

Cada vez mais tenho a sensação que o tempo está a avançar depressa de mais e que perdemos (eu perco, assumo a minha culpa) muito tempo com merdices sem importância e, pior ainda, não vivemos o suficiente, não rimos o suficiente, não fazemos rir o suficiente, não brincamos o suficiente. Eu sou muito pelas rotinas certas com as crianças, pelas regras, mas sinto que tenho de as quebrar mais... Não sei, mas acho que este tempo quente de verão existe para abrandar o ritmo, para entrarmos em modo de férias, para desacelerarmos... Não podemos só descontrair nos dias de férias, é muito pouco. E aproveitando que o ano lectivo está a terminar, que as manhãs do mais velho já são passadas na praia vou tentar aproveitar mais com os meus filhos. Acho que o verão é amigo das famílias e há que aproveitar ao máximo. Hoje depois de um gelado ao fim do dia os meus filhos tomaram o banho deles no terraço de mangueira, aproveitando que era preciso esvaziar e lavar a piscina. Se ficaram muito bem lavados? Claro que não, que o meu marido nem gel de banho lhes pôs, mas riram. brincaram e passaram-se por água. E o melhor de tudo? A ideia foi minha. E não é costume. O meu marido é um divertido e um brincalhão, é super relaxado ou não fosse o 8º de 8 filhos... por isso, muitas  vezes a chata de serviço sou eu, até porque sou que asseguro muitas das rotinas do dia a dia. Mas hoje a ideia do duche ao ar livre foi minha e eles adoraram e eu também. Atrasou tudo, mas por mais incrível que pareça consegui que fossem para a cama dentro da hora. Lá está, o meu lado das regras, mas eu acredito que elas são fundamentais e estruturantes, mas há que conseguir brincar, inventar sem fugir muito mas acrescentado alegria e risos. Porque isto passa mesmo muito depressa.


1 comentário:

  1. As regras existem para serem quebradas! A vida é só uma e dentro das rotinas temos de aproveitar!

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!