14 de outubro de 2014

Pai sofre

A noite passada foi o maridão que acudiu ao pequenino quando ele acordou e chamou: mãe! Mãe! Eu estava doente e ferrada no sono, e apesar de ter ouvido chamar, senti o meu marido a levantar-se e a ir lá. Mas sabem o que aconteceu? Quando chegou junto do sardanico ele estava de pé no berço, repetiu a palavra mãe e deitou-se. E voltou a dizer, agora mais alto: mãe, mãe! E o maridão com medo que o mais velho acordasse e o pequeno olhava-o e dizia: mãe! Como quem diz: tu não percebes que é a mãe que eu quero? 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!