1 de fevereiro de 2018

Dia de São Valentim!

Para mim, todos os pretextos são bons para ir jantar fora a dois e namorar! Ontem lancei ao meu marido a sugestão de irmos jantar fora no dia dos namorados... Já tinha uns restaurantes em vista...


E começa logo o filho mais velho a refilar, que também queria ir, que nós estávamos sempre a dizer que adoramos estar com eles e íamos imensas vezes jantar fora sozinhos... Basicamente, começou a disparatar... E eu lá lhe expliquei que eu e o pai dele precisamos de jantar a dois, sem guinchos, sem limpar rabos, sem mandar comer, sentar direito, sem copos de água entornados e birras... Expliquei que ser pai e mãe é muito absorvente, o melhor do mundo, mas que eu e o pai também somos namorados, marido e mulher, e precisamos de momentos a dois para recarregar baterias... E que sim, jantamos pelo menos duas vezes por mês só os dois, e que esses jantares, muitas vezes acompanhados de um cinema, são muito importantes para o nosso casamento e harmonia. Expliquei-lhe o lema que afirma "pais felizes, filhos felizes" e que tal como uma flor o casamento tem de ser regado com amor e momentos a dois... 

Eu e o meu marido durante a semana não temos quase tempo para conversar, são mais recados que damos um ao outro: leva os miúdos, vai mudar a fralda, vou servir o jantar, já arrumei a cozinha, vou ler a história da noite, já estão todos deitados, falta pôr a máquina a lavar... O meu marido anda numa fase de trabalho em que chega a casa directo para a mesa de jantar e volta para o computador depois de os deitarmos... Eu deito-me com uma série e um livro... Aos fins de semana tentamos ter um bocadinho só para nós, mas nem sempre conseguimos... Mal nos temos vistos com olhos de ver, por isso, sim, os momentos a dois são fundamentais para nos olharmos nos olhos, bebermos um bom vinho, falarmos de tudo e de nada, jantarmos em paz... E o Dia dos Namorados é só mais um óptimo pretexto para irmos experimentar um restaurante novo, só os dois! 

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!