10 de janeiro de 2018

Ontem à noite o céu ganhou uma estrelinha...

Acabou-se o sofrimento da pequena C. que ontem foi para o céu. 3 anos e meio de menina... Há pouco, ao olhar para a minha Kika, que tem a idade que a C. tinha quando lhe foi diagnosticado o maldito cancro e senti um aperto no peito. A C. foi uma guerreira, uma lutadora e os pais dela, meus amigos, uns heróis... as manas, nem consigo escrever nem pensar... As lágrimas caem... Fui encomendar uma coroa de flores amarelas, a cor preferida da princesa, e a senhora da florista não conteve as lágrimas, quando soube que a coroa era para uma menina de 3 anos... É demasiado duro, não é suposto vermos os filhos dos nossos amigos morrerem, crianças da idade dos nossos filhos... E, infelizmente, é a minha terceira amiga a enterrar uma filha... Até me falta o ar ao imaginar o sofrimento destes pais, destas irmãs... Que os meus amigos encontrem paz para continuar, que voltem os 4 a ser felizes, com a C. no coração... Eles fizeram tudo, deram tudo, a C. não poderia ter tido melhor família... E partiu em casa, com os pais e as irmãs... 

5 comentários:

  1. Um texto que não deixa ninguém indiferente. Quando eu tinha 7 anos, vi morrer nos braços uma mana minha, com 9 meses, com cancro nos ossos, naquele tempo as coisas não eram tão diagnosticadas. Um trauma que me ficou até hoje, tenho 54 anos. Não consigo entender porque é que as crianças apanham estas doenças e porque é que, poucas têm salvação . :'(

    Que Deus lhe de Paz à sua Alma. Acredito é um Anjinho no Céu.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. toda eu me arrepio, estremeço só de imaginar essa dor... =(
    que possamos dar valor a tudo que temos e aproveitar enquanto cá andamos! bjos doces

    ResponderEliminar
  3. Que triste noticia! Estou sem reação. Que grande injustiça

    ResponderEliminar
  4. Desde o seu primeiro posto que muitas vezes o pensamento fugia para esta família. Senti-me tão triste agora.

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!