20 de dezembro de 2016

Um Natal mais calmo

Este ano eu e o meu marido decidimos abrandar na loucura que costumam ser os dias e as festividades de Natal, até porque são só dois dias e não queremos chegar ao fim da quadra ainda mais cansados. Queremos que Natal também seja tempo de qualidade e, por isso, decidimos que a consoada será passada em casa, só nos os 5 numa noite especial. A ementa não leva bacalhau, mas os petiscos que mais gostamos e que vão desde os ovos rotos, tipicamente espanhóis, queijos, presunto, camarões, salmão fumado... bolo rei, pão de ló com doce de ovos... Ficamos em casa na paz, no sossego, longe do frio, e depois no Domingo almoçamos com a minha sogra, cunhados, sobrinhos e depois jantamos em casa da minha avó com a minha mãe, irmã, tios e primos! Mas a consoada é  só nossa e o meu filho mais velho já prometeu um concerto de Natal! Depois abrem os presentes, já em pijama e no mimo.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!