Quando penso que vou ter 3 adolescentes em casa ao mesmo tempo até me falta o ar!

E sei que vou ter saudades das cólicas e das manhas para dormirem ao colo, de ser acordada 10 vezes porque querem a minha mão ou dormir agarrados a mim... Sei que quando forem adolescentes e andarem por aí eu vou sofrer. E vou ter medo que se percam, que escolham os caminhos errados... Ontem, este cabeçalho deu-me ânimo...

"Uma criança que cresça com valores e princípios, limites e amor, mesmo que a determinada altura seja chamada pelo 'lado negro da força', tem uma capacidade de se levantar muitíssimo maior", diz o pediatra, em entrevista à VISÃO

... até porque eu acredito piamente nisto. Acredito que é em pequeninos que temos de lhes incutir todos os valores, mostrar que podem confiar em nós, incentivá-los a contar-nos tudo, mesmo os disparates... Acredito que é desde o 1º dia que os agarramos e os preparamos para o futuro, para a vida fora do ninho... para quando forem eles a escolher o que comem, o que bebem, onde vão, com quem andam, como se comportam na escola... Não podemos estar sempre com eles quando forem adolescentes, mas podemos incutir-lhes desde pequenos os valores do bem, do respeito, da amizade, da honestidade, da família... e é com os nossos exemplos, que eles absorvem como umas esponjas, que os estamos a moldar e a preparar. Sabendo que vão arriscar, vão ter curiosidade pelo proibido, pelo que não é suposto fazerem, mas esperando que saibam quem são e voltem ao caminho certo, pautado pelos valores correctos.

Toda a entrevista de Mário Cordeiro, aqui

Comentários