O regresso a casa

Foram dias muito bons no Algarve que acabaram como começaram: com a insanidade de conseguir enfiar a tralha de 20 dias no carro. E temos um carro grande, uma monovolume, mas temos também uma família grande e foi uma aventura (obrigada, maridão) meter tudo no carro. E temos a sorte de ter na casa do Algarve a cama de viagem, a banheira, a cadeira da papa e outras comodidades... Chegámos de madrugada com o os miúdos a dormir e o que me soube melhor foi o silêncio. E não me refiro ao silêncio deles vierem a dormir, mas o silêncio de Lisboa às 2h30 da manhã! É que onde estávamos no Algarve há barulho a toda a hora, há sempre gente na rua, há feira, há carrosséis, há crianças acordadas até tarde, há alentejanos no seu Cante madrugada fora... Adormecemos com o barulho da rua e acordamos outra vez já com muito barulho. É o silêncio soube bem. Até a Francisva estranhou tanto silêncio e quis logo mamar quando chegámos e enquanto o pai descarregava as malas e sacos e saquinhos, mais a prancha de Skimming, mais os sacos que trouxe com produtos do Mercadona... Vínhamos todos tal maneira exaustos que temos acordado perto do meio dia. É verdade!! Tirando o meu filho mais velho que é madrugador e adora ter a casa e a televisão só para ele. Até a pequena Francisca tem alinhado nestas sornas. Acorda de manhã, vem para a nossa cama mamar, adormece e eu também... Fica um bocadinho em regime de self service porque acordo com ela a mamar outra vez quando volta a despertar!! Foram duas boas noites de sono neste regresso a casa, um regresso calmo ao som da máquina de lavar que entrou ao serviço!! Tanta roupa para lavar!! A sorte é que com este tempo em menos de nada está seca. É um despacho. Com o regresso do pai ao trabalho começam as nossas férias sem ele e há que entreter estes rapazes até ao início do ano lectivo. Só peço paciência para não me zangar com eles e com os seus disparates. Quero que sejam dias felizes para fecharmos o verão com chave de ouro! E ideias para programas não me faltam!! 

Comentários