17 de maio de 2013

Que grande verdade!

Já aqui partilhei que tivemos alguns ressentimentos com o nosso pedido "não vão à maternidade. Quando o mais velho nasceu tivemos imensas visitas (algumas primas da minha mãe que só vejo em baptizados, casamentos e funerais) e algumas foram muito cansativas. A família próxima é muito grande e se for toda à maternidade é o caos. Se forem os mais afastados, então, é a loucura. No mais velho a médica até me disse para ficarmos mais uma noite tal era o cansaço depois de 12 horas de visitas. Desta vez, eu e o maridão decidimos que as coisas iam ser diferentes. Regra número 1: ninguém aparecia sem ligar antes. Regra número 2: quem não fosse do núcleo mais próximo agradecíamos que fosse depois a casa, com tempo, e numa altura mais oportuna. Regra número 3: Mesmo em casa, nunca aparecer sem ligar antes a saber se era oportuno. Para o nosso lado correu lindamente, mas houve ofensas. Muitas ofensas. Acho que esta situação também foi boa para avaliar algumas pessoas. Elas não querem saber se estamos bem e o que é melhor para o bebé. Querem é ir meter o bedelho. Têm de ir ver. Querem ir ver. Cheguei a ouvir: "Não quiseste visitas  agora nem um tefonema..." Sim. Tenho quem não tenha ligado a dar os parabéns porque nós não queríamos visitas e a pessoa ficou ofendida. Apesar das ofensas - e neste momento tenho mais com que me preocupar - correu lindamente na maternidade e em casa. E se for ao 3º filho - como desejo - farei igual! E ao que parece, e ao contrário do que me foi dito em tom acusatório, não sou a única a pensar assim. E este senhor é médico. E sabe bem o que diz.

6 comentários:

  1. Respondi-te no meu blog. bjinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já vi. Beijinhos e tudo a correr muito bem!

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Beijinhos! E esperamos que mais e mais pessoas comecem a respeitar este momento tão importante.

      Eliminar
  3. Parabéns pelo piolho mais novo!
    Olha, nós fizemos exactamente o mesmo por conselho da pediatra. Correu lindamente. Houve gente ofendida? Houve. Problema delas que tiveram de se desofender sozinhas. Nós estávamos ocupados com o bebé, preocupados com o seu bem estar. E só isso importava!
    Beijos e felicidades para todos!
    Paula
    vidademulheraos40.blogspot.com

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!