16 de maio de 2013

Dia da despedida...

Hoje foi uma manhã difícil. Foi hoje que levámos as nossas gatinhas para irem ser adoptadas. Eu e o meu marido acordámos mais cedo e preparámos tudo para as gatas já não estarem em casa quando o filhote mais velho acordasse. Mas, claro, ele hoje acordou mais cedo e foi uma gestão maluca e dolorosa para que ele não percebesse nada nem visse o pai sair com as gatinhas enquanto eu dava de mamar ao baby... Depois de deixar o pequenote na creche voei para a instituição que as acolheu nesta primeira fase. Era o momento da despedida e não queria que o meu marido fizesse isto sozinho. Chorei muito e vim para casa da minha mãe com o bebé para não ter de enfrentar uma casa vazia. E logo, ao final da tarde, vou ter de responder à pergunta do meu filho: onde estão as gatinhas, mãe? Como ele adora histórias vou-lhe contar uma bem bonita... Eu sou a favor da verdade. E se as gatas tivessem morrido era isso que lhe dizia, que tinham ido para o céu dos gatinhos, mas nesta situação prefiro dizer que apareceram cá por casa, dois lindos gatos das botas, que convidaram as gatinhas para uma longa viagem pelas terras dos gatinhos. Elas deixaram muitos miaus e vão ter muitas saudades, mas vão ser muito felizes... 

3 comentários:

  1. deve ser muito difícil para vocês :( eu não conseguia :( força para todos!

    ResponderEliminar
  2. Ohhhh... que história tão bonita!! Tenho a certeza que o teu filho vai adorar a história e vai entenderr!!
    Um beijinho! Força! :**

    ResponderEliminar
  3. Que triste esta parte de terem de dar para adopção as meninas... espero que tenham ido para bem... deve ser mt dificil... abraço.

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!