18 de março de 2016

Quadro de Tarefas

Há dois anos fiz o nosso primeiro quadro de tarefas, como expliquei aqui, para o nosso filho mais velho na altura com 4 anos perceber a lógica da organização matinal. Funcionou se bem que nem sempre cumpriu com o que era proposto, mas o objectivo era que ele percebesse o que tinha de fazer de manhã, e qual a ordem. Há uns tempos implementámos o Jogo das Estrelas. Correu bem e funcionou durante uns tempos, mas depois o meu filho mais velho perdeu o entusiasmo e acabei por guardá-lo. Mas precisávamos de alguma coisa que motivasse o nosso filho mais velho a despachar-se, a fazer as coisas sozinho, a ser mais autónomo e independente. O meu marido teve esta ideia e ficou muito gira. Está em funcionamento há dois dias e está a ser o verdadeiro sucesso. Será que ele vai perder o entusiasmo pelo caminho? Só o tempo o dirá. Para já, queremos que ele crie as rotinas de fazer as coisas sozinho para depois isso se tornar um hábito. Damos um prémio? Isso é bom? Nós discutimos essa questão e o que o meu marido dizia, e com razão: todos trabalhamos melhor e esforçamo-nos mais quando temos um objectivo. E é verdade. E este meu filho é complemente focado em objectivos. Além disso, é louco pela Lego e adora os bonequinhos. E será esse o prémio, a recompensa que ele terá sempre que atingir os 25 pontos.



Daqui a um mês dou o feedback.

1 comentário:

  1. Sim, por favor feedback que esta mãe (também) de três está a ficar louca :)
    Bjs

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!