27 de junho de 2013

O iPad e as crianças

7h30 da manhã: Filho de 3 anos mal acorda: mãe, posso jogar iPad? Ainda não joguei nada hoje? (...) Só um joguinho pequenino...

17h: Filho de 3 anos a sair da creche: posso ir jogar iPad? (...) Não joguei nada hoje. Quero jogar iPad!!! (...) Por favor, mãe! (...) Eu pedi por favor!

17h15: Filho de 3 anos a chegar à nossa rua: mãe, posso ir jogar iPad quando chegar a casa? (...) Só um joguinho antes de jantar?

17h30: Filho de 3 anos a entrar em casa: o iPad, mãe?

Jogava... ( E eu confesso que às vezes graças ao ipad eu conseguia tratar do jantar, tratar do bebé sem ele estar a fazer asneiras) E quando eu dizia para parar era o fim! Birras e choro!

Está proibido de jogar iPad durante uns tempos. Não consigo ver um filho de 3 anos viciado naquilo e sem vontade de brincar com mais nada. Eu reconheço que o iPad é estimulante e que os jogos que ele joga o obrigam a puxar pelo raciocino, mas tudo nesta vida tem de ter limites. Vai estar uma semana ou mais sem jogar. Expliquei-lhe porque é que não podia jogar no iPad e ele não me voltou a tocar no assunto. Ontem pediu ao pai, a virem para casa, mas o meu marido perguntou-lhe que conversa é que ele tinha tido comigo e ele não disse mais nada. Nem birras, nem choro, nem insistências. Espero que esta pausa o acalme. Eu nunca gostei de jogos de computador, mas o meu marido sim e diz que podem ser, e são, muito viciantes e que o iPad é ainda mais atractivo. Por isso, muita calma... Há já dois dias que não joga e assim vamos continuar.

2 comentários:

  1. por falar em ipad, quero um...mas eles são tão caros :S

    ResponderEliminar
  2. Pois, realmente parecia estar 'viciado'! Por algum motivo dizem que televisão só a partir dos 2 anos, porque não lhes traz nada de bom antes diss. Mas claro que é complicado evitar que eles usem as novas tecnologias quando nós não as largamos!!!

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!