20 de setembro de 2018

Que país é este?

Como é que é possível que o Ministério Público não tenha considerado o que a besta deste padrasto fez ao bebé de 17 meses suficientemente grave para que ele fosse presente a juiz?!!! Estou em choque! Não só com a atitude do padrasto, que é repugnante e devia ser severamente punida, mas com a nossa justiça... ou falta dela!! Quantas mais crianças precisam de sofrer para que estes crimes sejam considerados graves?! Quem protege as crianças que não têm adultos próximos que o façam?! Dá-me voltas ao estômago. A notícia, aqui.

5 comentários:

  1. Neste caso em especifico convém lembrar que a criança não ia a passear no carrinho de bebe e veio um homem sabe se lá de ontem e fez isto à criança. Não, este homem fez isto porque esta mãe pôs dentro de casa e a tomar conta dos filhos dela uma pessoa que não conhece e que obviamente não gosta de crianças. Não viu, pois não como podia ver se namoram há semanas, como noticiaram? Ela não tem culpa direta mas não está isenta delas. Eu no lugar dela estaria a sentir-me pessimamente por ter confiado os meus filhos.

    ResponderEliminar
  2. Neste caso em especifico convém lembrar que a criança não ia a passear no carrinho de bebe e veio um homem sabe se lá de ontem e fez isto à criança. Não, este homem fez isto porque esta mãe pôs dentro de casa e a tomar conta dos filhos dela uma pessoa que não conhece e que obviamente não gosta de crianças. Não viu, pois não como podia ver se namoram há semanas, como noticiaram? Ela não tem culpa direta mas não está isenta delas. Eu no lugar dela estaria a sentir-me pessimamente por ter confiado os meus filhos.

    ResponderEliminar
  3. Neste caso em especifico convém lembrar que a criança não ia a passear no carrinho de bebe e veio um homem sabe se lá de ontem e fez isto à criança. Não, este homem fez isto porque esta mãe pôs dentro de casa e a tomar conta dos filhos dela uma pessoa que não conhece e que obviamente não gosta de crianças. Não viu, pois não como podia ver se namoram há semanas, como noticiaram? Ela não tem culpa direta mas não está isenta delas. Eu no lugar dela estaria a sentir-me pessimamente por ter confiado os meus filhos.

    ResponderEliminar
  4. Totalmente de acordo... Por isso a Comissão de menores já vai sinalizar a criança porque a mãe também pode não ser capaz para ter a criança a seu cargo. Uma miséria, é o que é... Coitada da criança. Esta e outras a cargo de famílias disfuncionais...

    ResponderEliminar
  5. É muito triste é verdade. E parece que tem mais filhos ...

    ResponderEliminar

Gosto de saber o que as outras vidas têm a dizer sobre isto!